Página Inicial  
   
Fale Conosco  
   
 
  Medicina Integrada e Anti-Aging      
Hormônios Bío-Idênticos

Os Hormonios bio-identicos já existem no Brasil e são utilizados por muitos médicos.

Sabemos os sintomas de perimenopausa e de menopausa
Cansaço; alteração de sono, humor e temperatura; falta de concentração e atenção; perda da libido e ganho de peso, principalmente abdominal; perda de tônus da pele e da musculatura; perda de volume do cabelo além de outros.

Os hormônios bio-idênticos, surgidos recentemente, propõem-se a atuar em praticamente todas estas questões. Estes hormônios apresentam varias vantagens.

São de origem natural, idênticos aos hormônios naturais (daí seu nome) e com uma excelente bio- disponibilidade. Estes dois fatores fazem das doses o mínimo necessário e sem riscos à saúde.

A alta presença de hormônios nos jovens não lhes causa doenças. Isto ocorre pelos “tipos” de hormônios presentes e não pela alta quantidade. Os hormônios bioidenticos usados são os mesmos dos jovens.

Exemplo? Temos três tipos de estrógenos. A estrona, o estradiol e o estriol. O estradiol e o estriol são ativadores e protetores e são os presentes em alta quantidade nos jovens e os usados na terapêutica bio-idêntica. A estrona é perigosa para crescimento de tecido tumoral. Sua quantidade é mínima nos jovens, não é usada nem metabolizada na terapêutica bio-idêntica, mas aparece muito com o uso de hormônios artificiais via oral.

Como a aplicação dos hormônios bioi-idênticos é em creme transdérmico não há aumento do SHBG, transportador que bloqueia a ação hormonal. Um SHBG alto faz com que as doses dos hormônios artificiais via oral sejam bem mais altas para compensar, aumentando riscos e efeitos colaterais.

Outra fator é que o organismo tem muitos hormônios (da hipófise, tiróide, adrenal, pâncreas e ovários) que trabalham se autoregulando e autocontrolando para criar um balanço harmônico entre as diversas funções do organismo. Quando há um desbalanço entre eles ou uma baixa de produção as funções de regulação e regeneração da rede orgânica começa a falhar e o envelhecimento e as doenças crônico-degenerativas começam a acontecer.

Com os hormônios bio-idênticos conseguimos criar um balanço entre os todos os hormônios sem interferir nas funções das glândulas. Tanto que não podem ser usados como anti-conceptivos. E ainda nos permite realizar um trabalho de estimulação das funções das glândulas mais afetadas junto com o tratamento.

Assim como os jovens tem hormônios em balanço e quantidade.

Porque hormônios bio-idênticos?

Doses mínimas. Origem natural. Bio-identicas. Alta bio-disponibilidade. Não prejudiciais. Não afetam as funções glandulares. Permitem tratamentos concomitantes. Fácil controle de aplicação. Balanço do eixo hormonal.

Clique aqui, saiba mais
                         
Direitos Reservados a BIOLÓGICA 2009 - Desenvolvimento: Concept Consultoria